Quarta, 25 de Maio de 2022
29°

Alguma nebulosidade

Teresina - PI

Geral Motoristas

Motoristas e cobradores entram em greve por tempo indeterminado em Teresina

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários informou que a greve atinge 100% da frota.

21/03/2022 às 10h34
Por: Fernando Rocha Fonte: meionorte.com
Compartilhe:
Greve dos motoristas e cobradores
Greve dos motoristas e cobradores

Motoristas e cobradores de ônibus iniciaram nesta segunda-feira, 21 de março, uma nova greve no sistema do transporte público de Teresina. 100% da frota está parada e a greve segue por tempo indeterminado.

Em entrevista, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários do Piauí (Sintetro), Antônio Cardoso, pediu desculpas para a população e declarou que a categoria vive em uma situação de desespero. 

“Primeiro a gente gostaria de pedir desculpas para a população de Teresina, a gente lamenta muito, sabemos da dificuldade que o povo piauiense tem para se locomover por conta dessa logística do transporte coletivo, não é de agora. Nós estamos sem reajuste salarial desde 2019, quando foi 2020, no ano da pandemia, nós perdemos o ticket e o plano de saúde e algumas empresas cumprem o que está na CLT com relação a 2019 e outras nem isso. O trabalhador sai de casa dizendo para a esposa que vai trabalhar quando chega no final do mês tem o salário de R$ 800, não da para sobreviver com uma inflação altíssima e um salário desses. Não é o que a gente queria, mas é 100% da frota parada por tempo indeterminado, a gente pede o apoio da população, é uma situação de desespero”, declarou.

Motoristas e cobradores entraram em nova greve nesta segunda-feira - Foto: Raíssa MoraisMotoristas e cobradores entraram em nova greve nesta segunda-feira - Foto: Raíssa Morais

Antônio Cardoso informou que as exigências dos motoristas e cobradores são a assinatura da convenção coletiva pelos empresários ligados ao transporte público, que se encontra a três anos sem firmação, com retorno de benefícios como o ticket alimentação e o plano de saúde.

A nova greve só se encerrará caso os trabalhadores tenham algum documento através do Ministério Público e do Tribunal de Justiça do Trabalho (TRT). 

Em nota, a Prefeitura de Teresina informou que cadastrou 250 veículos alternativos para atuarem durante a greve. 

A prefeitura de Teresina informa que já cadastrou 250 veículos alternativos para atuarem durante a greve do transporte coletivo na capital. A Strans informa ainda que está implantando o projeto de táxi lotação, onde 2 mil veículos devem ser cadastrados.

O superintendente da STRANS, Major Cláudio Pessoa está disponível para atender a imprensa em entrevista coletiva ao meio dia desta segunda-feira (21).

Ele1 - Criar site de notícias