Terça, 18 de Janeiro de 2022
29°

Alguma nebulosidade

Teresina - PI

Polícia Assassinato

Assassinato do prefeito de Madeiro teria sido motivado por exonerações, diz delegado

Assassinato do prefeito de Madeiro teria sido motivado por exonerações, diz delegado

29/11/2021 às 20h40
Por: Fernando Rocha Fonte: cidadeverde.com
Compartilhe:
Assassinato do prefeito de Madeiro teria sido motivado por exonerações, diz delegado
Assassinato do prefeito de Madeiro teria sido motivado por exonerações, diz delegado

 gerente de Policiamento do Interior, delegado Marcelo Leal, confirmou, em entrevista nesta segunda-feira (29), que o principal suspeito do assassinato do prefeito de Madeiro, Zé Filho (Progressistas), é o seu afilhado e ex-aliado político, Felipe Seixas.

Segundo as investigações policiais, o assassinato teria sido motivado por exonerações dos cargos de Felipe e do seu pai na Prefeitura Municipal. No início da gestão o prefeito Zé Filho rompeu com o grupo político que lhe apoiou, a partir daí, uma rixa política se instalou no município. 

“Testemunhas oculares confirmam que esse indivíduo [Felipe] foi o autor dos disparos. As discussões entre eles já vinham de algum tempo, motivadas, a priori, pela exoneração do pai do Felipe de cargo importante da prefeitura no setor de transportes e também da exoneração do próprio autor de um cargo público”, conta o delegado.

De acordo com testemunhas, ao se aproximar do seu carro para ir embora do torneio de futebol “Taça Zé Filho”, às 17h deste domingo (28), o prefeito foi surpreendido por Felipe, que tem um empreendimento próximo ao campo onde o jogo acontecia, e sofreu três tiros de arma de fogo.

“Esses fatos [exonerações] aliados a questão que ontem ele[prefeito] teria participado desse torneio nas proximidades do empreendimento do autor, fez com que ele [Felipe] visse ali o momento mais adequado para cometer o homicídio. O prefeito levou um tiro na têmpora esquerda e, segundo testemunhas, após cair recebeu mais dois disparos de arma de fogo”, acrescenta o delegado Marcelo Leal.

O autor do homicídio continua foragido e o  delegado Marcelo Leal negou o boato de que ele teria cometido suicídio. As buscas continuam.

Uma equipe do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foi deslocada para a cidade de Madeiro para investigar o caso. O inquérito é presidido pelo delegado Bruno Ursulino. 
Os policiais estão na cidade para coletar informações que possam ajudar a esclarecer a dinâmica e  motivação do crime. 

 Izabella Pimentel
Com informações do Jornal do Piauí
[email protected] 

Ele1 - Criar site de notícias