Sábado, 04 de Dezembro de 2021
29°

Alguma nebulosidade

Teresina - PI

Geral W. Dias levará

W. Dias levará a Pacheco proposta que pode reduzir gasolina para R$ 4,50

Os governadores se reunirão com o presidente do Senado na quinta-feira, a partir das 11 horas.

20/10/2021 às 11h34
Por: Fernando Rocha Fonte: meionorte.com
Compartilhe:
Foto Roberta Aline
Foto Roberta Aline

Aprovado na Câmara, o projeto de lei que modifica o cálculo do ICMS dos combustíveis continua sendo a 'bola da vez', nesse sentido, o Fórum Nacional dos Governadores, confirmou para a próxima quinta-feira, 21 de outubro, uma reunião com o presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (Democratas), por videoconferência. 

O grupo de líderes estaduais, coordenado pelo governador do Piauí, Wellington Dias (PT), defenderá a equalização de um fundo de capitalização, que possibilitaria, inclusive, que o valor da gasolina caísse para até R$ 4,50

“Defendemos que se o governo segurar o preço do combustível, Estados seguram o ICMS, e a medida emergencial para segurar o preço é a capitalização do Fundo de equalização dos combustíveis que acabaram a obrigatoriedade em 2016 e liberaram para praticar preço internacional. Ora, o que o Brasil que é auto suficiente em combustíveis, tem haver com o preço do petróleo do mundo? E defendemos a Reforma Tributária que vai ajudar o Brasil a sair da crise”, disse o governador piauiense. 

A proposta, inclusive, chegou a ser pautada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, tendo em vista que o fundo foi capitalizado até o início da gestão Michel Temer. 

"Estamos assumindo a responsabilidade da defesa da Reforma Tributária que vai além, ela faz reduzir o custo em até 25%. Com o fundo de equalização que se o Ministro fizer para hoje, o resultado já vem amanhã, essa é a saída emergencial", apontou Dias em entrevista recente à imprensa nacional.

[email protected]

Ele1 - Criar site de notícias