Segunda, 14 de Junho de 2021
86 99829-3614
Geral ONU e OMS confirmam

ONU e OMS confirmam o envio de 4 milhões de vacinas ao Brasil, anuncia Governador

ONU e OMS confirmam o envio de 4 milhões de vacinas ao Brasil, anuncia Governador

07/06/2021 11h53
Por: Fernando Rocha Fonte: cidadeverde.com
Governador
Governador

O coordenador da temática de vacina e enfrentamento à Covid-19 do Fórum Nacional de Governadores, governador Wellington Dias, confirmou, nesta segunda-feira (07), que a Organização Mundial de Saúde (OMS) e a Organização das Nações Unidas (ONU) vão entregar ao Brasil mais 4 milhões de doses da vacina AstraZeneca neste mês de junho. Wellington Dias também é presidente do Consórcio Nordeste. 

“Em agenda com a representação da ONU no Brasil, a dra. Marlova Noleto nos alegou a notícia e a confirmação da entrega para o Brasil, neste mês de junho, de mais 4 milhões de doses da vacina AstraZeneca. Essa é a segunda etapa; tivemos a primeira no mês de maio a partir da agenda que nós fizemos pelo Fórum dos Governadores do Brasil com a ONU. Aqui o nosso agradecimento à ONU. São mais vacinas que chegam para salvar vidas no Brasil”, disse o governador. 

Em abril, o Fórum dos Governadores em agenda com ONU e OMS clamaram por ajuda humanitária com a antecipação de entregas das vacinas. As vacinas são do consórcio global Covax Facility.

A entrega das vacinas está dividida em quatro etapas conforme calendário a seguir:

O governador ressalta que a entrega das novas vacinas ajuda na meta estabelecida pelo Fórum dos Governadores do Brasil em ter mais de 100 milhões de doses, de variadas vacinas, até o mesmo de setembro de 2021. 


“Por que setembro? Para que o Brasil alcance mais de 60% da população com mais de 16 anos vacinada e saia do grupo dos países de Alto Risco Covid-19, para o grupo de países com imunização em massa elevada. Queremos o Brasil salvando vidas com mais vacina e no grupo com classificação VERDE, o Brasil como pais de baixo risco. O que é parte do Pacto Pela Vida e caminho seguro para retornada da economia e do social”.

Foto: Consórcio Nordeste

Ele1 - Criar site de notícias