Sexta, 05 de Junho de 2020
86 99829-3614
Geral Esposa de assassino

Esposa de assassino confessa ter se relacionado com Gabriel Brenno

Na audiência, a juíza ouviu o acusado, quatro testemunhas de defesa, cinco testemunhas de acusação, além da suposta esposa do acusado que é considerada a pivô do crime.

16/12/2019 18h30
Por: Fernando Rocha Fonte: meionorte.com
Esposa de assassino confessa ter se relacionado com Gabriel Brenno
Esposa de assassino confessa ter se relacionado com Gabriel Brenno

A juíza Maria Zilma Coutinho Leal, da 2 Vara do Tribunal Popular do Júri da Comarca de Teresina realizou nesta segunda-feira (16/12), a audiência de instrução e julgamento de Daivid Ferreira de Sousa, acusado de assassinar o estudante Gabriel Brenno Nogueira, de 21 anos no dia 17 de julho deste ano. 

Na audiência, a juíza ouviu o acusado, quatro testemunhas de defesa, cinco testemunhas de acusação, além da suposta esposa do acusado que é considerada a pivô do crime, o irmão da vítima, afirmou que durante a audiência a esposa do acusado negou ter ido a pensão mais de uma vez e afirmou que não foi a testemunha chave do processo, a funcionária da pensão, que a recepcionou.

"Ela negou várias afirmações, o que deixou a família e as pessoas que já sabiam da história e até mesmo a própria  família do David revoltada é vê o sinismo e a falta de caráter dela de querer sair desse processo sem ser punida, mas nós vamos fazer de tudo para que a justiça do Piauí leve ela a julgamento, porque ela também é culpada em todo esse processo." Declarou Eric Nogueira.

"Ela negou ter ido na pensão mais de uma vez e também disse que a pessoa que abriu a porta foi outra pessoa, fazendo com que a testemunha chave do processo saia como mentirosa." Disse o irmão de Gabriel Brenno.

Eric Nogueira afirmou que a família de Gabriel está lutando por justiça.

"Mais uma parte do processo, e nós aqui como família estamos aqui lutando para que a justiça do Piauí faça realmente justiça pelo meu irmão." contou o irmão da vítima, Eric Nogueira.

Segundo informações, a esposa do acusado teria confessado durante a audiência que teve um relacionamento com a vítima, mas negou ter ido mais de uma vez na pensão.

Entenda o caso

O estudante Gabriel Brenno Nogueira da Silva Oliveira, de 21 anos, foi baleado na cabeça na manhã de quarta-feira (17/07), ao sair da pensão onde morava, na rua Paissandu, no Centro de Teresina. Ele era natural de Caxias e morava na capital com o objetivo estudar para o vestibular.

Durante as investigação, a Polícia Civil do Piauí teve acesso a conversas do celular do jovem Gabriel Brenno Nogueira após o crime. De acordo com o delegado do 1º Distrito da Polícia Civil do Piauí, Sérgio Alencar, o estudante já estava sendo ameaçado de morte. A polícia divulgou com exclusividade à Rede Meio Norte prints de supostas conversas entre Gabriel com uma mulher que seria esposa do acusado. 

Em depoimento, o dono da pensão em que Gabriel estava hospedado, afirmou que o suspeito da tentativa de homicídio tentou se hospedar na pensão dias antes, e se identificou como técnico em radiologia e disse que trabalhava em clinicas no Centro de Teresina, mas como a pensão é apenas para estudantes, ele não conseguiu alugar o quarto. 

“Ele chegou dizendo que era um técnico de radiologia e estava fazendo manutenção nos aparelhos das clinicas, que era de Picos e relatou que estava precisando de um quarto para se hospedar durante três meses, mas era tudo mentira, era apenas um jogo para tentar pegar o rapaz," disse. O proprietário da pensão ainda afirmou que após não conseguir alugar o quarto, o acusado ficou rondando a casa e perguntando a moradores da região informações sobre a rotina de Gabriel Brenno. 

A Secretária de Estado da Segurança Pública, através do 1º Distrito Policial, Divisão de Capturas e da Diretoria de Inteligência, prendeu Deivid Ferreira da Silva, na manhã desta quarta-feira (07), no bairro Verde Lar, na zona Leste de Teresina.

Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias