ROCHA PUBLICIDADES TOPO
Governadores afirmam

Governadores afirmam em Carta que porte de arma dificulta segurança

Governadores afirmam em Carta que porte de arma dificulta segurança

14/03/2019 19h39
Por: Fernando Rocha
Fonte: Efrem Ribeiro/MN
Governadores afirmam em Carta que porte de arma dificulta segurança
Governadores afirmam em Carta que porte de arma dificulta segurança

Pautados pelo massacre na escola estadual em Suzano (SP), com a morte de dez pessoas e pelo ano de morte da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) os governadores do Nordeste, reunidos, na quinta-feira (14) ,em São Luís (MA) i se posicionaram sobre o caso relacionado com o tema da segurança pública.

“Serve de alerta para a preservação do estatuto do desarmamento. A ampliação do porte de arma dificultaria a manutenção da segurança pública e do estado de paz do Estado Brasileiro. Defendemos o cumprimento do Fundo de Segurança Pública e do Sistema Único de Segurança Pública para estados e municípios aprimorar suas ações de segurança”, falou o governador do Maranhão, Flávio Dino (PC do B).

Em edição histórica do Fórum de Governadores do Nordeste, chefes do Executivo dos noves estados firmaram o Consórcio Nordeste mecanismo de gestão que deve integrar a administração regional gerando eficácia na gestão e economia de gastos públicos. Antes de ser implantada a medida será apreciada pelas Assembleias Legislativas estaduais. No fórum os governadores também se posicionaram sobre temas nacionais.

Carta Governadores NE assinada.pdf

Para o governador do Maranhão, Flávio Dino, o consórcio representa um salto cooperativo na integração federativa entre os estados do Nordeste.

“Esse ideário vai permitir que juridicamente os nossos estados atuem em torno de determinados pontos como se fossem um só”, reforçou.

O governador Wellington Dias (PT) afirma que o consórcio vai propiciar a integração regional em diferentes áreas. “Na área social, na área de serviços, segurança, saúde, em uma situação de emergência como a gente viveu há pouco tempo no Ceará. Havia muitos protocolos para poder a Polícia Militar do Piauí ajudar alí, ou os delegados, e agora podemos fazer de uma forma automática. Ao mesmo tempo, mutirões na área de saúde, estratégia na área de pesquisa, na área de educação”, pontuou.

Dias ainda destaca a cooperação em forma de bloco econômico para as áreas de infraestrutura regional, turismo, desenvolvimento de fruticultura e criação de animais. “Tudo isso colocado de forma conjunta do Nordeste na relação com o Brasil e com o Mundo”, completa.

Eleito o primeiro presidente do Consórcio Nordeste o governador da Bahia, Rui Costa (PT), explica que a medida é uma ferramenta de gestão. “É uma ferramenta jurídica, administrativa, que busca eficiência do gasto público, que busca colocar em prática ferramentas de desenvolvimento regional, ferramenta de compartilhamento de estrutura, de pessoal, busca redução de custos, através de compartilhamento de licitações, onde nós saltamos a escala das licitações. Se a Bahia licita para 15 milhões de habitantes, nós vamos, eventualmente, licitar para toda a população nordestina”, informou.

O governador Rui Costa vê com otimismo a celebração de parcerias em políticas públicas e a concretização do federalismo regional, vertente defendida por grandes estudiosos da política nacional nas últimas décadas. “Espero que ao longo deste ano de mandato, nós possamos concretizar, materializar várias ações, deixando um saldo positivo para cada estado no que diz respeito a desenvolvimento, economia e racionalidade do gasto público”, assinalou Rui.

A edição do Fórum de Governadores também destacou o posicionamento unânime dos chefes de Executivo do Nordeste sobre temas como a Reforma da Previdência, a desvincularização e a questão da segurança pública e sua relação com o porte de armas.

De acordo com os governadores, todas os temas foram consignados por consenso mostrando a identidade dos estados do nordeste.

Para os governadores nordestinos a Reforma da Previdência surge enquanto um debate necessário para o país. No entanto os estados consignaram algumas “cláusulas de exceção”, assinalando ponto que não devem constar na reforma. Os governadores defendem a manutenção das regras da previdência na constituição. “Somos contra a desconstituição. A previdência é um direito fundamental ,logo tem que estar na Constituição”, afirma Dino.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Teresina - PI
Atualizado às 15h23
29°
Alguma nebulosidade Máxima: 33° - Mínima: 24°
33°

Sensação

9 km/h

Vento

74%

Umidade

Fonte: Climatempo
Manos Gráfica
Bar da Hora YURTEC
Municípios
FORRÓ MOLEJO
Últimas notícias
 PAULINHO PAIXÃO TRANSA SOM
Mais lidas
macedo e atrativa
Atrativa molejo
Anúncio