ROCHA PUBLICIDADES  TOPO
Ricardo Boechat morr
Ricardo Boechat morre em queda de helicóptero
Ricardo Boechat morre em queda de helicóptero
11/02/2019 15h28
Por: Fernando Rocha
Fonte: Uol
Ricardo Boechat morre em queda de helicóptero
Ricardo Boechat morre em queda de helicóptero

O jornalista Ricardo Boechat, 66, morreu após a queda de um helicóptero no início da tarde desta segunda-feira (11) em São Paulo.

O helicóptero caiu sobre um caminhão, logo abaixo do quilômetro 7 do viaduto do Rodoanel, no sentido rodovia Castelo Branco, próximo ao pedágio Jabaquara, na Grande São Paulo.  O piloto do helicóptero Ronaldo Quattrucci também morreu no local. Boechat estava dando uma palestra em Campinas e retornava a São Paulo.

A Força Aérea Brasileira já abriu investigação para apurar as causas do acidente.

Em comunicado oficial, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA) informou que o processo se encontra em fase inicial, com a perícia do local do acidente e a coleta de depoimentos.

A aeronave explodiu após o choque. Os bombeiros informaram que 11 viaturas foram deslocadas para o local no atendimento à ocorrência, o porta-voz da Polícia Militar, capitão Paiva, afirmou que o helicóptero teria tentando pousar em uma das alças de acesso da Anhanguera, mas acabou colidindo com o caminhão, que havia acabado de passar pelo pedágio na via.   Ainda segundo ele, o helicóptero pertence a uma companhia de táxi aéreo cujo dono seria o próprio piloto da aeronave.

O helicóptero de modelo Bell e prefixo PT-HPG pertence a empresa RQ Serviços Aéreos Especializados, segundo informações encontradas no sistema da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). Trata-se de um helicóptero com motor turboeixo, com 1,2 tonelada, com ano de fabricação de 1975.

Ainda segundo a Anac, a situação de aeronavegabilidade do helicóptero era normal ou seja, teve condição técnica apta ao voo atestada e aprovada.  O certificado de aeronavegabilidade tinha validade até maio de 2023. Ela passaria pela inspeção anula em maio deste ano, Segundo informações do site da empresa, o helicóptero comportavam até três passageiros e voava a uma velocidade de 170 km/h, podendo pousar em terra, grama e asfalto.

José Patrício/Estadão Conteúdo/Arquivo 

Em pronunciamento, ao vivo, José Luiz Datena disse: "Com profundo pesar desses quase 50 anos de jornalismo, cabe a mim informar a vocês que o jornalista Ricardo Boechat, pai de família, companheiro, o maior âncora do jornalismo da TV brasileira, morreu hoje em um acidente de helicóptero no Rodoanel em São Paulo". 

Datena disse que Boechat voltava de Campinas, a 99 km de São Paulo, e ia em direção ao heliponto da emissora. "Jamais pensei que eu iria dar essa informação", comentou. "É um momento muito triste para o jornalismo brasileiro, para a família Band."

Reprodução-Globo

O jornalista trabalhava atualmente no Grupo Bandeirantes de Comunicação, apresentando dois programas diários, A Notícia com Ricardo Boechat, um matinal na rádio BandNews FM, e o Jornal da Band à noite, na TV Bandeirantes. Ele tinha também uma coluna na revista semanal Istoé.

Boechat teve passagens pelos principais jornais do país, como "O Globo", "O Dia", "O Estado de S. Paulo" e "Jornal do Brasil".

O jornalista ganhou três prêmios Esso e o único jornalista a vencer em três categorias do Prêmio Comunique-se  (Âncora de Rádio, Colunista de Notícia e Âncora de TV). Também foi eleito o jornalista mais admirado na pesquisa do site Jornalistas&Cia em 2014, que elencou os 100 principais profissionais do mercado.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários