Terça, 19 de março de 2019
86 99829-3614
Polícia

09/03/2019 ás 09h34

Fernando Rocha

Lagoinha / PI

Deputado é acusado de ameaçar de morte policiais do Piauí
Deputado é acusado de ameaçar de morte policiais do Piauí
Deputado é acusado de ameaçar de morte policiais do Piauí
Deputado é acusado de ameaçar de morte policiais do Piauí

Um Deputado do Estado do Maranhão identificado como Fábio Macêdo (PDT), foi acusado de lesionar duas pessoas e supostamente ameaçar de morte, na madrugada deste sábado (09), políciais do Piauí, que o encaminharam para a Central de Flagrantes de Teresina após um evento na zona Leste de Teresina


O parlamentar foi preso após tentar pegar o microfone do cantor Leo Cachorrão, que estava se apresentando em uma casa de shows no bairro de Fátima, na zona Leste de Teresina. Ele supostamente teria agredido o músico que teria evitado que o deputado tomasse o microfone para cantar e depois, supostamente, agredido o policial que foi chamado para evitar a briga. Fábio Macedo é filho do empresário e hoteleiro Dedé Macêdo.


Durante a condução de Fábio Macêdo para a Central, os policiais gravaram suas ameaças.


Reprodução


Veja:


“Aí vai morrer gente. Gente mata gente. Vocês são polícia, mas gente mata gente”, diz o deputado.


“Eu não entendi”, fala o policial do Piauí.


“Mata, pode matar”, respondeu.


Central de flagrantes de Teresina (Reprodução)


“Eu sou deputado estadual, eu não sou nada, não, reeleito. Eu não fiz nada”,  declarou Fábio Macêdo.


“Você lesionou duas pessoas. Um policial e outro cidadão”, falou o policial.


“Policial? Eu nem trisquei nele. Eu tenho provas também. Compadre, em trisquei em você?”, indagou o parlamentar.


“Eu estou aqui lesionado. Eu tenho testemunhas. Você me lesionou. Por isso, eu estou te levando para a Central (de Flagrantes) . Vamos ser sinceros ”, contraargumentou o policial.


“Isso é certo, isso é certo. Não fui, eu. Não fui, eu”, falou o deputado estadual.


“Por isso, eu estou te levando para a Central. Eu te convidei para ir para a Central?”, disse o policial.


“Você grita agora porque é policial, mas eu te pego”, falou o homem que se identificou como deputado estadual reeleito Fábio Macêdo.


“Você não  é autoridade , rapaz?”, indagou o policial, já bastante irritado.


“Mas, eu sou. Sou mais do que tu, sou deputado, sou rico. Vou mandar te matar, vagabundo. Vou te pegar, eu te mato. Eu vou te matar. Chama teus policiais”, falou o deputado.


“Tranquilo”, responde o policial.


“Vou mandar te matar”, retruca o parlamentar.


“Tá”, responde o policial.


“Esse cara está morto”, fala o deputado estadual, no final da gravação feita pelos policiais.

FONTE: Efrem Ribeiro/MN

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium