Sábado, 15 de dezembro de 2018
86 99829-3614
Esportes

12/10/2018 ás 19h46

494

Fernando Rocha

Lagoinha / PI

Brasil vence amistoso contra Arábia Saudita com dois gols
Brasil vence amistoso contra Arábia Saudita com dois gols
Brasil vence amistoso contra Arábia Saudita com dois gols
Brasil vence amistoso contra Arábia Saudita com dois gols

O apito final do árbitro aliviou o público do repetitivo ritmo das canções da torcida árabe e da morosidade da seleção brasileira, numa situação bem abaixo do que se espera na vitória por 2 a 0 sobre a Arábia Saudita. Fica difícil acreditar que esse tipo de amistoso serve para grandes conclusões quando nem os jogadores pareciam concordar. Gabriel Jesus marcou, no fim do primeiro tempo, e a boa notícia da quente e seca noite saudita foi essa: um bom centroavante de volta ao jogo depois da frustrante Copa do Mundo. Alex Sandro, no último lance, ampliou. Tite fez algumas experiências, nenhuma empolgante. Cabe à comissão técnica saber relativizar erros e acertos no contexto preguiçoso da partida para saber o que deve levar adiante até a Copa América de junho do ano que vem.Gabriel Jesus marcou no final do primeiro tempo e encerrou um jejum de cinco jogos. Não seria longo, não fossem justamente os cinco da Copa do Mundo. O belo passe de Neymar terminou bem uma atuação morosa, de pouco esforço. No início, com jogadores mais próximos, o Brasil conseguiu entrar na área saudita com certa facilidade. Renato Augusto, Gabriel Jesus e Neymar perderam boas chances. O centroavante ainda exigiu uma defesaça de Al Owais após completar de cabeça um cruzamento de Neymar. Ederson só não teve que defender – ou buscar a bola na rede – porque Pablo cortou chute de Al Dawsari, após boa jogada pelo lado esquerdo.



 (Crédito: Pedro Martins / MoWA Press)
(Crédito: Pedro Martins / MoWA Press)



SEGUNDO TEMPO


Lucas Moura entrou no lugar de Fred e protagonizou bons minutos iniciais. Primeiro ao roubar a bola no ataque e cair dentro da área, em lance que árbitro e VAR ignoraram. Pouco depois, perdeu ótima chance depois de passe de Neymar. Depois disso, foi sucumbindo ao ritmo lento de toda a equipe. Tite fez outras alterações, mudou mais de uma vez a maneira de atuar, mas um chute de Neymar na trave foi o melhor momento. A falta de qualidade da Arábia Saudita impediu que ela exigisse uma defesa sequer de Ederson. Nos minutos finais, o goleiro Al Owais interceptou lance de ataque do Brasil com as mãos, fora da área, e foi expulso com auxílio do VAR. No último lance, Neymar cobrou escanteio e Alex Sandro marcou.



 (Crédito: Pedro Martins / MoWA Press)
(Crédito: Pedro Martins / MoWA Press)



Mesmo com a seleção brasileira em noite enfadonha, Tite não fez as seis substituições a que tinha direito. O placar estava apertado até o fim, e apenas quatro entraram: Lucas Moura, Walace, Arthur e Richarlison.


23.401 pessoas assistiram à vitória do Brasil no King Faud University, em Riade.


O holandês Jochem Kamphuis auxiliou seu compatriota Danny Makkelie no lance da expulsão de Al Owais, que evitou gol de Richarlison com a mão, fora da área. Antes, ambos ignoraram lance em que Lucas Moura caiu na área. Tite e os jogadores pediram pênalti.

FONTE: globoesporte

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium