Segunda, 10 de dezembro de 2018
86 99829-3614
Esportes

30/09/2018 ás 20h44 - atualizada em 30/09/2018 ás 21h34

269

Fernando Rocha

Lagoinha / PI

Com pênalti mal marcado, Inter derrota Vitória e é vice-líder
Com pênalti mal marcado, Inter derrota Vitória e é vice-líder
Com pênalti mal marcado, Inter derrota Vitória e é vice-líder
Com pênalti mal marcado, Inter derrota Vitória e é vice-líder

O Internacional venceu de virada neste domingo o Vitória por 2 a 1 no Estádio Beira-Rio pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em uma partida bastante nervosa, emocionante e com erro gritante da arbitragem que favoreceu os colorados. Apesar de não ter feito uma grande partida, os vermelhos tiveram imposição e determinação para chegar ao triunfo. Os gols foram marcados por Leandro Damião e D´Alessandro, enquanto Emerson Santos fez contra.Com o resultado, o Internacional pulou para o segundo lugar com 53 pontos e perde o primeiro lugar para o Palmeiras no saldo de gols. E o Vitória segue correndo risco de rebaixamento e está em 15º lugar com 29 pontos.



 (Crédito: Twitter Oficial/Internacional))
(Crédito: Twitter Oficial/Internacional))



Na próxima rodada o Internacional visita o Sport no dia 5 de outubro, sexta, o Sport, às 19h00 (horário de Brasília), na Ilha do Retiro. No mesmo dia o Vitória recebe o Santos, às 21h30 (horário de Brasília), no Barradão.


D´Alessandro marcou o gol da vitória do Colorado (Foto: Twitter Oficial/Internacional)


O Jogo


Mesmo atuando fora, os baianos tomaram a iniciativa e surpreenderam de cara os donos da casa. Com 01 minuto, bola lançada na área do Inter, Rodrigo Andrade disputou no alto e Marcelo Lomba saiu para fazer a defesa. Sem perceber que o goleiro saía do gol, Emerson Santos cabeceou para trás e faz tento bizarro. Aos 05, Yago levantou na área e Ramon cabeceou para o gol. Marcelo Lomba defendeu com tranquilidade.


Após fazer o gol o Vitória recuou as suas linhas e o Colorado se soltou para frente na busca do empate. Aos 14, D´Alessandro bateu direto para o gol e mandou na trave do goleiro Ronaldo. Tendo mais posse de bola, o Internacional tem dificuldades de penetração e infiltração na defesa adversária. Por sua vez, os visitantes são perigosos nas jogadas de contra-ataque.


Com decorrer da partida, os gaúchos encontram espaços no sistema defensivo do Vitória, mas precisa caprichar no último passe. Do meio pra frente Pottker, Nico López, D´Alessandro e Leandro Damião parecem que não estão em um dia muito inspirado. Aos 45, Nico López invadiu a área, se livrou da marcação e bateu para fora.


Na etapa inicial o Internacional acabou sendo surpreendido logo no começo da partida num gol contra grotesco. Depois desse lance, os comandados de Odair Hellmann mostraram nervosismo e falta de capacidade de reação. Já o Vitória ficou mais recuado e especulou jogadas de velocidade.


Para chegar logo ao gol de empate, os vermelhos foram ao ataque. E os baianos mantém a estratégia de ficar na defesa e tentar uma jogada de contra-ataque. Com objetivo de ter mais criatividade no meio-campo entrou Camilo na vaga de Pottker.


De tanto pressionar quase o Colorado chegou a igualdade. Aos 17,Nico recebeu ótimo passe e tocou na saída de Ronaldo. Ramon, em cima da linha. Porém no minuto seguinte, o Inter foi premiado com o gol. Aos 18, Victor Cuesta roubou bola de Yago e tocou para Edenílson, que cruzou na cabeça de Leandro Damião.


Animado e com apoio da torcida, o Colorado se lançou mais a frente. Aos 25, Nico López recebeu ótimo passe na entrada da área. Com total liberdade, atacante bateu para o gol de forma precipitada e perdeu uma grande oportunidade. Aos 36, um lance polêmico o árbitro Sávio Pereira Sampaio marcou penalidade em favor do Inter. A bola tocou na mão de Lucas Fernandes que estava na barreira. O jogador teria tocado com mão fora da área e não dentro. Aos 40, D’Alessandro cobrou pênalti com muita categoria e sem chances para Ronaldo.


Nos últimos minutos, os baianos se soltaram na busca do tento de empate. Já o Internacional procurou segurar o resultado e conseguiu isso com sucesso.


FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 2 X 1 VITÓRIA


Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre-RS
Data: 30 de setembro, domingo
Horário: 16h00 (horário de Brasília)
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Ciro Jaban Junqueira (DF)
Renda: R$ 921.900,00
Público Total: 37.070


Cartão amarelo: Victor Cuesta, Edenílson, D´Alessandro (Internacional), Neílton, Léo Gomes, Ronaldo, Jeferson, Fabiano (Vitória)


Gol: Emerson Santos (contra) (Vitória), 01 minuto do primeiro tempo, Leandro Damião (Internacional), aos 18 minutos e D´Alessandro (Internacional), aos 40 minutos  do segundo tempo.


INTERNACIONAL: Marcelo Lomba, Zeca, Emerson Santos, Victor Cuesta e Iago, Rodrigo Dourado, Edenílson, D´Alessandro e Nico López (Jonatan Alvez) , Pottker (Camilo) e Leandro Damião (Rossi).
Técnico: Odair Hellmann


VITÓRIA: Ronaldo; Jeferson, Ramon, Lucas Ribeiro e Fabiano;
Rodrigo Andrade, Léo Gomes e Yago; Neilton (Lucas Fernandes), Meli(Wallyson) e Léo Ceará (André Lima).
Técnico: Paulo César Carpegiani

FONTE: Gazeta Esportiva

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium